LiteraNews · Resenhas

#Indicando Livros de Poesia/Poemas

Olá, babys! Hoje tem um post diferente. Claro que sempre acabamos indicando os livros com as resenhas, porque se não nem fazemos, mas resolvi indicar os livros de poesias/poemas que eu amo.
Já começo dizendo que, se você não gosta desse gênero tente dar uma chance. Existem várias formas de poesias, quem nunca filosofou sozinho (a)? Então, tente, comece pelos perfis do Instagram. Alguns se tornaram livros, como os que vou indicar aqui.

O legal na poesia é a identificação que gera nas pessoas. E não é somente sobre amor, é sobre autoconhecimento, ansiedade, dor, amizade, liberdade, etc… Sempre vamos tentar encaixar o que lemos em alguma situação da nossa vida e é bem provável que sirva. Eu amo e me identifico com a maioria dos poemas que leio! Sem mais demora vou apresentar os livros que tenho:

Eu me Chamo Antônio e Segundo Eu me Chamo Antônio (Pedro Gabriel)


Eu acompanhava as postagens da página com o mesmo nome e quando vi que tinha livro (após um tempo) quis, mas claro que não é assim que acontece e demorou até eu comprar o primeiro. Mas consegui e adoro as comparações, metáforas, as sacadas que o Pedro Gabriel consegue criar. Isso se deve à forma como ele lidou com as palavras ao chegar ao Brasil e talvez prestou mais atenção a elas. No primeiro livro Antônio está sozinho, em busca do amor em tudo, ou não, em busca de seu autoconhecimento. Já no segundo ele não está mais tão solitário e fala sobre o “estar com alguém”. O segundo livro eu comprei bem depois que saiu e segue a mesma linha: desenhos, ilustrações, rabiscos, palavras. Um livro que além de muito interessante de ler é muito interessante de ver, pois lhe instiga com a forma que ele mostra o texto.

Reconheço: sem fim, não há recomeço.

A post shared by Eu me chamo Antônio {OFICIAL} (@eumechamoantonio) on

Pó de Lua – Noites em Claro (Clarice Freire)


Também curtia a página da autora antes de tudo migrar pro Instragam. Esse é o segundo livro da Clarice, o primeiro eu li emprestado e não vi necessidade de ter (ainda). O segundo eu ganhei de cortesia num sorteio do Skoob (já podem me fazer ganhar mais livros, obrigada e de nada) e amei. Seguindo a linha “palavras + ilustrações” esse é um dos livros mais bonitos que tenho. Eu amo essas coisas feitas à mão, no punho, dá mais sentimento. E lógico, aquela identificada básica sobre amores e desamores. E o livro tem uma relação com as horas e os sentimentos: noite, madrugada e manhã para quem pensa demais. Sente demais.

Envolve.

A post shared by Pó de Lua (@podeluaoficial) on

Outros Jeitos de Usar a Boca (Rupi Kaur)


Não me peça para falar o sobrenome dessa escritora. Não vou saber. Vi um trecho desse livro pelo Instagram e adorei, quase surtei atrás do nome dele. Quando encontrei amei demais! Fiquei louca querendo comprar e por incrível que pareça pouco tempo depois ele estava em promoção. Mas eu esperei o momento certo e comprei numa “promo” junto com outros. O livro fala sobre a vida e seus momentos difíceis, mas de uma forma suave e intensa. Bastante expressiva tanto nas palavras quanto em seus desenhos, o livro é forte e feminino expondo um lado interno de maneira que nos identificamos fácil. Difícil é acabar e não ficar querendo mais.

O Livro dos Ressignificados (João Doederlein)


Como o próprio nome já diz, nesse livro as palavras tem um novo significado. Bem mais poético no caso. Como a maioria, antes do livro veio à rede social (que eu já acompanhava). O livro traz muitas ilustrações, desenhos maravilhosos que dá vontade de tatuar na testa. É um livro para ler com calma, refletindo e absorvendo cada novo significando e experimentando um novo universo.

Por Téh


Acompanhe nossas redes sociais:
#Facebook  #Instagram  #Twitter #Skoob #Wattpad #LuvBook
Resenhas

#Resenha A Outra Face – Sidney Sheldon

Oi, oie! Depois de um hiato sem aviso prévio, as resenhas estão de volta. O livro de hoje é A Outra Face de Sidney Sheldon, publicado pela editora Record. Cometi a maior gafe achando que o autor era na verdade autora. Sim, não me pergunte por que, mas isso ficou impregnado na minha mente desde a primeira vez q ouvi uma amiga falando dos seus livros.

Acredito que esse tenha sido o livro mais barato que já comprei na vida 6,90. Então aproveitei a indicação e o preço, útil ao agradável. E vou contar um segredo pra vocês, mas fica só entre nós… Eu acabei recebendo dois invés de um. Sim, a Saraiva foi muito bacana comigo. O gênero é um dos meus preferidos, Romance Policial. Eu sou fã da Agatha por isso esperei algo semelhante agora do ponto de vista masculino.

A história fala da fase na vida do psicanalista Judd, em que acontecem assassinatos a sua volta. Ele imagina que poderia ter envolvimento dos seus pacientes, e no decorrer de alguns dias ele se vê encurralado achando que será o próximo da lista, mas não consegue pensar em um motivo. Já do outro lado a Policia que investiga os crimes veem ele como principal suspeito, afinal ele era a ligação entre os dois que foram brutalmente assassinados. Quem estará certo afinal?

A vida é um fio muito fino. Basta uma fração de segundo para rompê-lo.

A história se desenvolve bem e no final de cada capitulo tem um exato momento de suspense intenso que lhe obriga a ir para o próximo capitulo só pelo fato de não conseguir ficar com aquele mistério encoberto. Às vezes isso me dava raiva porque eu dizia que seria o ultimo capitulo da noite, mas eu simplesmente não conseguia parar de ler. Quem sempre?

São apenas 239 páginas, fácil leitura e o tempero do suspense faz você devorar as páginas ainda mais rápido. E foi boa experiência, apesar do autor ser exagerado em seus suspenses (o que era bom) e muito obvio em certas partes, o que se tornou previsível. Ao longo do drama tem pistas sobre quem é o assassino e eu acertei. Acredito que tenha sido um motivo por ter gostado, porque eu estava certa – risada maligna. Apesar de ser bom descobrir, acredito que foi um pouco/bastante obvio. Enfim, já estou formada em crimes pelas inúmeras historias de Agatha Rainha Christie.

Por Téh


Acompanhe nossas redes sociais:
#Facebook  #Instagram  #Twitter #Skoob #Wattpad #LuvBook
Resenhas

#Resenha Para Sir Phillip com Amor – Julia Quinn

Olá, senhor e senhora! Sejam bem-vindos a mais uma resenha. Sintam-se a vontade! Hoje o livro é Para Sir Phillip com Amor, da Julia Quinn, publicado pela Editora Arqueiro. Esse livro é o quinto da série Os Bridgertons (que a gente tanto ama).

Ok, chega de formalidades por aqui. Não costumamos fazer resenha dessa série porque além de ela já estar toda disponível (a Lua já leu tudo) e eu, que sou a atrasada, ainda estou no meio do caminho. Porém, eu nunca tive tanta vontade de fazer uma resenha por motivos de ter que contar como esse livro é bom.

O quinto livro da série vai contar a história de Phillip (obviamente) e também de nada mais, nada menos que Eloise, nossa queridinha da família Bridgerton. Devo dizer que fui ler um pouco sem vontade por saber que o Phillip já foi casado e tinha filhos. Não seria o conto de fadas idealizado por mim, mas isso não quer dizer que não foi melhor ainda. Aí a Julia disse assim: “Ai é, queridinha? Você acha que não vai ser bom? Pois toma!”. Eu só aceitei!

Então, Sir Phillip foi casado e tinha um casal de gêmeos, como já sabemos. Ele ficou viúvo. Ao enviar uma carta para a prima da sua mulher avisando de seu falecimento, eles começam a conversar por meio delas. Sim, Eloise era prima da mulher de Phillip. Prima distante. Eles trocaram mensagens (cartas) por um ano. Isso me lembrou muito os bate-papos “online”, exceto que a forma era muito cordial e as respostas demoravam cerca de 10 dias pra chegar. Mas eram os bate-papos de antigamente.

Não, ela não precisava de ninguém perfeito. Só precisava de alguém perfeito para ela.

E por meio de uma dessas cartas, ele pede Eloise em casamento. Como assim Brasil/Londres? NA PÁGINA 20! Eloise e eu levamos um susto tremendo com esse pedido repentino, sem ao menos eles se conhecerem pessoalmente. E ela faz a coisa mais lógica (e louca) que se deveria fazer: vai até onde ele mora. Quem não iria não é mesmo? Chegando lá ela se depara com um homem rústico, bem diferente do que imaginava e mais os dois filhos. E esses dois aprontam muito com ela. Tal dia, o esquadrão macho dos Bridgertons chega lá para salvar a honra de Eloise e é um dos momentos mais cômicos do livro todo.

E eu já contei demais! Esse livro se tornou um dos meus favoritos da série e acho que sempre vai ser assim: uma história melhor que a outra. É uma história pra lá de boa e acredito que o que chame mais a atenção é a Eloise em si, pois quem já leu algo da série sabe como ela tem personalidade forte. As partes cômicas estão impagáveis nesse livro e, claro, o romance que se constrói entre ela e Sir Phillip. Eles são exatamente o que cada um precisava naquele momento, o que faz as cenas deles serem muito fofas!⁠⁠⁠⁠


Já seguiu as nossas redes sociais? Não demora nadinha e você não perde nossos posts!
#Facebook  #Instagram  #Twitter #Skoob #Wattpad #LuvBook
Tags Literarias

#TAG Dias da Semana em Livros

Hello, everyone! Hoje não é segunda, mas é terça e vamos com uma tag sobre os dias da semana para começar a semana numa terça feira. Se não entendeu nada, só continue lendo. As coisas vão clarear. i promisse.

(Então, basicamente é apenas dizer um livro para cada dia da semana e fizemos aquele esquema de duas respostas porque somos duas aqui né? Vamos ao que importa!)

Domingo – Um livro que você não quer que termine ou não quis que terminasse.

Lua: Já começa difícil assim?? Vou mencionar Notas de Violet, da nossa parceira Nicole Chaves. Sou suspeita? Sim. Mas, lembro que entrei numa ressaca literária por não querer me despedir do John. E muitos outros… A Seleção, Belo Sacrifício, a série Os Bridgertons… oh, boy. Difícil, muito difícil.

Téh: 365 dias do Ano, da Demi Lovato. Porque as mensagens que ele trás são maravilhosas, e eu adorei muito ler a cada dia.

Segunda – Um livro que você tem preguiça de começar.

Lua: Serena. Assisti o filme baseado nesse livro e detestei mais que tudo. Porém, eram Jennifer Lawrence e Bradley Cooper na capa – e como vocês sabem, não sei viver num mundo em que esses dois estão em uma capa e a capa não está na minha estante. Os R$ 6,90+frete grátis na Saraiva foram à cerejinha do bolo.

Téh: Outlander, mas é pelo tamanho mesmo. Quanto maior mais preguiça… Porém vai que é algo que lhe prenda né?! Pode dar adeus a preguiça.

Terça – Um livro que você empurrou com a barriga ou leu por obrigação.

Lua: Quem é Você, Alasca? Sei que muitos admiram essa história, mas eu vivo melhor num mundo em que Alasca não existe. Li por obrigação imposta por eu mesma, afinal se comecei tenho que terminar. Dessa forma, viro minha própria escrava leitora.

Téh: Fallen, Lauren Kate. Eu até gostei do primeiro livro e tal, comecei a ler porque um “crush” da vida lia também e tinha, então aproveitei. Mas comecei a não gostar da serie e nem terminei. E alguns aqui do Blog, porque pediram resenha e alguns foram realmente bons e eu não iria atrás para ler se não fosse por causa daqui entendem?

Quarta – Um livro que você deixou pela metade ou está lendo no momento.

Lua: Esqueçam o que falei na pergunta anterior, porque até hoje meu Um Dia está pela metade. Também não li a ultima página de O Melhor de Mim, do divo Sparks e também não li o último capítulo de Convergente. O motivo? Os carinhas lindos e legais sofrem de alguma forma e não sei lidar com essa injustiça.

Téh: Que estou lendo no momento é P.S.: Ainda amo você, da Jenny Han. É bem de buenas a leitura de um romance teen.

Quinta – Um livro que você não recomenda.

Lua: Olha… A série It Girl nunca foi pronunciada em voz alta por mim. Li na época que assistia Gossip Girl. Demorava tanto pra dar continuidade que quando voltava a ler não tinha perdido apenas a página, mas também não lembrava nem em qual livro estava. Logo, não consigo imaginar alguém que vá gostar. Série de quinta mesmo…

Téh: Cinquenta tons de cinza. Até hoje não acredito que deixei me levar pelas “indicações” desse livro e comprei o mesmo na Bienal que teve na época. Pensando bem, foi no mesmo dia que comprei Morro dos ventos uivantes e talvez essa tenha sido minha pior compra ever porque detesto esse livro.

Sexta – Um livro que você quer que chegue logo (lançamento ou compra).

Lua: No Seu Olhar, do Nicholas Faíscas Sparks. Sinto uma saudade do tamanho de 59 galáxias de ler os livros dele.

Téh: Eu poderia muito bem copiar o que minha amiga disse acima, mas pensando nisso e além do Nick, também quero muito completar a minha Trilogia Número do Amor. Só falta o último: Onze leis a cumprir antes de seduzir, da amada Sarah MacLean.

Sábado – Um livro que você quis começar novamente assim que ele terminou.

Lua: A Escolha, da Tia Kiera Cass. Foi tão lindo que quis recomeçar a série inteira. Até hoje estou querendo, na verdade.

Téh: Para Sir Phillip Com Amor, Julia Rainha Quinn. Eu não comecei muito empolgada, mas poderia ler de novo só para rir e adorar aquela história que amei.


Já seguiu as nossas redes sociais? Não demora nadinha e você não perde nossos posts!
#Facebook  #Instagram  #Twitter #Skoob #Wattpad #LuvBook
Resenhas

#Resenha Temporada de Acidentes – Moïra Fowley-Doyle

Olá, pessoas! Essa resenha vai ser a mais diferentona que vou escrever, pois vou tentar ser meio termo sobre essa história, que até hoje não sei se gostei completamente. Mas antes se você quer saber o que eu esperava dessa história leia o Julgando pela Capa (lá vocês vão ver minha empolgação por esse livro). Por isso que dizem que quer ver capa não ver coração (tá eu posso ter acabado de inventar isso).

Temporada de acidentes da escritora Moïra Fowley-Doyle (não sei pronunciar e você?) pela editora Intrínseca, conta a história de Cara e como ela descobre certos segredos sobre a dita cuja época desastrosa de sua vida. E o que é isso caro leitor, você me pergunta. E eu digo. Durante o mês de outubro de todos os anos a família de Cara fica mais “propicia” digamos assim a sofrer acidentes, seja dos mais bobos até quebrar ossos. A mãe de Cara e de Alice, sua irmã mais velha, sempre tentar tomar algumas medidas preventivas para que o mínimo de desastres acontecesse. Eles andam com casacos extras, a casa fica toda forrada nas quinas e eles iam a pé para o colégio.

Acidentes acontecem. Ossos de quebram, a pele sofre cortes, o coração se parte. Sofremos queimaduras, nos afogamos, continuamos vivos.

Beleza, agora você pensa “massa vai acontecer acidentes loucos” e tal… não acontece. Acho que foi isso que decepcionou um pouco na história. Eu esperava mais ação, adrenalina e sangue. Nossa pareci muito trágica e exagerada agora, mas foca no nome do livro? É pra se pensar assim concordam?

O que vem em seguida é uma perseguição que a Cara encasquetou e confesso que depois isso teve tudo a ver com o mistério sobre a temporada de acidentes e também tudo a ver com o medinho que me fez passar. Explicando: ela viu que Elsie, uma garota que brincava com ela quando pequena e que estuda no mesmo colégio, em várias fotos no seu celular. Estranho ela nunca ter percebido antes ne? Por isso no dia seguinte ela vai atrás de Elsie no colégio. Mas cadê a guria? Evaporou! Sumiu chá de invisibilidade, só pode.

Elsie é discreta na sala de aula, ninguém percebe sua presença. É como se levasse a vida sempre no canto da moldura. A gente a esquece assim que vira a página.

Ai começa a investigação de Cara na busca por Elsie para saber por que ela estava naquelas fotos se Cara nem se lembrava de vê-la naqueles momentos. Nisso ela envolve sua Melhor Amiga Bea, seu “irmão-postiço-que-ela-tem-uma-queda” Sam e sua irmã Alice que tem um namorado estranho, em várias situações na intenção de saber o que aconteceu com Elsie.

Serio, esse foi o primeiro livro a me dar um medinhozinho, até porque eu não esperava isso dele, sabia que era ficção, mas como eu disse eu esperava por acidentes. Mas já alerto que tem um suspense tenso. Talvez isso seja lógico. Bom, e o que acontece de acidentes são bobos, bom até o ápice que lógico que não vou contar.

E o que o desaparecimento de uma menina tem de ligação com a definição da temporada de acidentes? Bem, é realmente um desenrolar surpreendente. Fiquei toda arrepiada enquanto lia! Foi por isso que fiquei encima do muro, 50% achando bom e 50% não muito. E claro que os segredos que rondam a vida de todos dessa história acaba sendo algo que lhe prende para que você (eu curiosa como sou) continue ansiando por mais páginas. No mais você leia e forme sua opinião, ah e não se esquece de me dizer em qual lado da minha porcentagem você ficou.

Por Téh


Já seguiu as nossas redes sociais? Juro que é mais rápido que se proteger de um acidente nessa temporada:
#Facebook  #Instagram  #Twitter #Skoob #Wattpad #LuvBook
Desafios Literários · Tags Literarias

#TAG Desafio Literário: Livros para se Apaixonar

Olá, beautiful people! Falou em romance me vem logo na cabeça Nicholas Sparks, então isso foi um pequeno spoiler de como está esse desafio hoje e me faz lembrar também que nunca mais li nada dele. #BateuUmaBadNow  Enfim, vamos a essa tag e difícil vai ser não se apaixonar por esses protagonistas depois viu?! Aqui embaixo vocês podem ver de onde tiramos a TAG (do marcador da Cultura sim, porque somos criativas e sim, queremos ser patrocinadas kkkkk). Brincadeira ou não, joguei no ar!

  • Um livro com um triângulo amoroso

Lua: A Seleção, da Kiera Cass! Não poderia ter outro aqui, certo? Certo. América-tortinha-de-morango não consegue se decidir entre Maxon e Aspen, embora eu mesma não entenda o dilema. #TeamMaxon

Links para compra na Amazon: A Seleção / A Elite / A Escolha

Téh: Jogos Vorazes, Suzanne Collins. Vorazes no amor também! Mas nessa categoria do desafio eu percebi como são poucos os livros que li que tinha triangulo amoroso. Sério, eu pensei q seria fácil porque existe tanto isso na TV, mas me surpreendi e vi como os livros realmente são o lugar que devo estar! E sim, Katniss, Peeta e Gale formaram um baita trio, num foi? Nossa, eu gostava mais de um do que do outro, mas depois aceitei bem.

Links para compra na Amazon: Jogos Vorazes / Em Chamas / A Esperança

  • Um livro em que o protagonista foge

Lua: MEL DELS. Nada melhor do trazer a rainha viva dos romances de época, Julia Quinn, com o livro 2 da série O Quarteto das Smythe-Smith: Uma Noite Como Esta. Daniel Smyth-Smith teve que trocar a vida de conde pela de fugitivo por três anos só por ter o azar de ganhar um jogo de cartas e acertar uma bala na perna do seu alucinado adversário. Para agitar mais a coisa toda ele se apaixona por outra fugitiva. Quem disse que “os opostos se atraem” não conhecia Daniel e Anne.

Link para compra na Amazon: Uma Noite Como Esta

Téh: Cidades de papel, John Green. A Margo é aquela personagem que você gosta e odeia. Ela tem umas sacadas geniais, pensa além dos outros e é super geniosa. Ai a guria tem uma noite cheia de aventuras com o Quentin e no dia seguinte some como se não devesse nada a ninguém. Mas ela devia a gasolina do carro do Q porque o pobre nem cobrou por passar a madrugada correndo de carro com ela pela cidade. Pois é, ela foge/desaparece/evapora enfim, o fato é que ela já fazia isso e os pais achavam aquilo normal, mas não dessa vez. E o bobo do Q vai atrás dela porque acha q ela queria ser encontrada.

Link para compra na Amazon: Cidades de Papel

  • Um livro com mais de um ponto de vista

Lua: Convergente, Veronica Roth. Minha memória de acetona não me permite lembrar quantos pontos de vista tem os dois primeiros livros da série. Mas, o terceiro traz o ângulo da TRISteza e do Tobias… quem leu sabe bem o motivo disso.

Link para compra na Amazon: Convergente

Téh: Como eu era antes de Você, Jojo Moyes. Quem não conhece o livro, conhece o filme. Nele tem o ponto de vista principal da Louisa Clark e vários outros, como da irmã dela, do Pai do Will e do cuidador do Will, entre outros. É bem bonito e faz a gente pensar, sofrer e chorar! Mas damos risadas também com o humor negro do Will e as trapalhadas da Lou.

Link para compra na Amazon: Como Eu Era Antes de Você

  • Uma história de amor baseada em fatos reais

Lua: Para Sempre, Kim Carpenter. Tem o filme dessa história que, por incrível que pareça, gostei mais que o livro. O autor conta a história de como ele e a esposa, Cricket – nome de grilo – se apaixonam e depois enfrentam as consequências terríveis de um acidente. História emocionante, super recomendada e não tão nova.

Link para compra na Amazon: Para Sempre

Téh: Para Sempre, Kim Carpenter. Eu e a Lua pensamos no mesmo! Não é coincidência, a gente tem gosto parecido. Bom, é linda essa historia de amor que acaba nos iludindo na vida real. O filme tem umas coisas diferentes do livro, mas os dois ficaram emocionantes!

  • Um livro que se passa em um lugar que você sempre quis visitar

Lua: Que difícil, hein?! Qualquer lugar fora do Brasil e dentro da Europa, América do Norte e Austrália é elegível para mim. Posso dizer de novo A Seleção? Quero visitar Illéa, poxa! Ok, ok… vamos a lugares reais: Londres. Pode ser a da era vitoriana? Não?! Então, vamos de Um Dia, do David Nicholls. Tenho esse livro a mais de 2 anos e não consigo finalizar, como já falei algumas zilhões de vezes aqui. Mas, Londres é Londres independente do livro.

Link para compra na Amazon: Um Dia

Téh: Bom, aqui vai duas indicações de dois Nicks. Primeiro o mesmo que minha amiga indicou: Um dia, David Nicholls que se passa em Londres e já é muito amor dai. E que, diferente dela, é um dos livros que mais gosto. E o outro Nick é o Sparks com A Última Música que acontece na Carolina do Norte, berço de praticamente todos os livros dele. Eu não pensava nesse lugar antes, só depois da grande influência do autor que vi o lugar e é apaixonante!

Link para compra na Amazon: A Última Música

  • Um livro com reencontro amoroso

Lua: Sem dúvida, Querido John, do autor que mais jogou ciscos poderosos nos meus olhos, Nicholas Sparks. A maior parte do tempo o casalzinho fica separado, pelo que me lembro. E o reencontro foi algo que até hoje eu queria não ter lido.

Link para compra na Amazon: Querido John

Téh: Um perfeito cavalheiro (Os Bridgertons), Julia Quinn. Benedict e Sophie vivem um conto de fadas. Sim esse livro é uma releitura da Cinderela, mas com uma boa dose do conteúdo que a Julia Rainha sabe fazer de melhor. Confesso que no começo desanimei, pensei: “Julia, mulher, tu vai fazer a Cinderela de novo? Sério?” Todavia, ela não deixou por menos! Ai vocês já imaginam que acontece tudo aquilo de fuga à meia noite e coisa e tal. Anos se passam para que eles tenham o reencontro amoroso. Depois dai a historia é melhorada a vários níveis! Vale a pena.

Link para compra na Amazon: Um Perfeito Cavalheiro

  • Um livro que virou filme

Lua: Jogos Vorazes, da Suzanne Collins! Quem disse que eu ia deixar a linda da Katniss é verdin de fora da minha lista?? Só não citei esse livro no tópico de triângulo amoroso porque acredito que aqui era mais um ciclo amoroso: Gale amava Katniss, Katniss amava Peeta e Peeta amava G…não pera, amava Katniss. Ninguém amava o Gale, só eu mesmo. O importante é que virou não um filme, mas 4!

Téh: Diário de uma Paixão, Nicholas Sparks. Assisti primeiro o filme e fiquei com vergonha de tanto que chorei na frente dos outros. Soube que tinha livro depois, então li e só amei mais ainda. E nem tenho muito o que dizer além de que é um dos meus filmes/livros favoritos da vida inteira!

Link para compra na Amazon: Diário de Uma Paixão

Agora, chegou a hora de socializar! Desafiamos alguns dos nossos blogs parceiros para responder o desafio! Seguem os links para vocês conhecerem e quem quiser responder também fique à vontade, você é livre! Marca a gente nas suas respostas. Pode até ser em qualquer rede social. ❤

PartiuLer

NoCasoUmaBookaholic

Nicole Chaves


Já seguiu as nossas redes sociais? Juro que é mais rápido que terminar de ler e não estar apaixonada por esse desafio:
#Facebook  #Instagram  #Twitter #Skoob #Wattpad #LuvBook
LiteraMix

#MêsGeekAmazon OLHA A PROMOÇÃO! QUEM QUER CUPOM?

aleph

O mês de Maio vai ser o paraíso dos leitores e seria o terror das nossas carteiras se não fossem as trocentas promoções no site da Amazon. Olha só o que você pode aproveitar:

EDITORA ALEPH 60% OFF
Pra quem é apaixonado pelo Universo Geek, a Amazon tá com promoção de até 60% de desconto nos livros da Editora Aleph até 7/5/2017! E, como se não bastasse, você pode usar o cupom ALEPH10 e ganhar ainda mais R$ 10,00 de desconto nas compras acima de R$ 100,00!
Que tal completar aquela coleção de Star Wars que você pensou que levaria 84 anos para conseguir? É só clicar aqui >> Aleph 60% OFF << ,adicionar ao carrinho e inserir o código do cupom!

EDITORA COSAC NAIFY
Outra para os ligeirinhos de plantão! Você escolhe um livro nessa página >> Cosac Naify 20% OFF << e depois de adicionar ao carrinho é só usar o cupom COSAC20 válido até o dia 7/5/2017!!!!!

LIVROS GAME OF THRONES
E para ter 10% de desconto nessa série vencedora do Emmy de melhor série de drama é só clicar nesse link >> Livros Game Of Thrones 10% OFF << e usar o cupom GOT10 até dia 12/5/2017!!!

Não demorem, os cupons tem validade – alegria de pobre dura pouco, né? Mas, vamos concordar: mesmo sendo rico você não precisa perder esses clássicos!